Cidadeverde.com

Reforma trabalhista: jornada poderá chegar a 12h diárias

A proposta de reforma trabalhista - que, segundo o governo Temer, vai 'modernizar' o sistema - continua gerando polêmicas. Entre boatos e possibilidades reais, uma das alterações deverá ser na jornada de trabalho. O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, divulgou ontem (8) que o período de trabalho poderá passar de 8 para 12 horas, pela proposta governamental. 

A intenção seria diminuir a enxurrada de ações na Justiça sobre a distribuição das horas trabalhadas na semana. “Terá segurança jurídica o formato que é hoje, por exemplo, dos hospitais, que acertam com o sindicato que representa os enfermeiros o padrão 12 por 36 (12 horas de trabalho por 36 de descanso). Os hospitais estão sendo inviabilizados com ações trabalhistas porque alguns juízes não reconhecem esse acordo coletivo”, afirmou Nogueira.

O ministro explicou que a legislação brasileira já até prevê a possibilidade de aumento da jornada, mas não dá respaldo à maneira pela qual as horas são distribuídas.