Cidadeverde.com

Inflação oficial do país desacelera, mas já acumula 5,42%

A inflação oficial do país - medida pelo IPCA - atingiu 0,44% em agosto. O percentual representa desaceleração, visto que em julho o indicador chegou a 0,52%. Porém, no acumulado do ano, já soma 5,42%. Considerando os últimos 12 meses, chega a 8,97% - acima do teto da inflação, que é de 6,5%.

As informações foram divulgadas pelo IBGE. Em agosto, o que mais contribuiu para que a inflação perdesse força foi o menor aumento nos preços de alimentos e bebidas, que recuou de 1,32% para 0,30%. Apesar do aumento menor, o resultado é o maior para o item, considerando apenas os meses de agosto, desde 2012, quando havia ficado 0,88%. Veja detalhes dos alimentos:

 

- feijão carioca: ficou 5,6% mais barato. 
- batata inglesa: recuou 8%
- frutas: 5% mais caras

Outros setores, como Transportes, registraram avanço menor, de 0,4% para 0,27%. Também desaceleraram artigos de residência (de 0,53% para 0,36%) e comunicação (de 0,02% para -0,02%). O que mais subiu foi o preço relacionado à educação (de 0,04% para 0,99%) e despesas pessoais (de 0,7% para 0,96%).