Cidadeverde.com

Feira de economia solidária expõe produtos no Centro Administrativo

A 9ª edição da Feira da Economia Solidária, promovida pela Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Setre), foi iniciada na manhã desta quinta-feira (8). O evento é realizado mensalmente no pátio da Setre, no Centro Administrativo, e nesta edição, participam 20 empreendimentos. O objetivo principal é demonstrar produtos feitos a partir da reciclagem e artesanato local, incentivar pequenos produtores e trabalhar a economia da melhor forma dentro do estado, além de valorizar a economia solidária.

 Até o mês de agosto, a feirinha já movimentou mais de R$ 450 mil. São ofertados, dentro da feira, produtos orgânicos, recicláveis, artesanato em tecido, madeira e cerâmica. Além de bonecas de panos, crochê, bordado, chinelos, porta-joias, roupinhas para bebês, travesseiros, kits banho, toalhas de mesa, tapetes, redes, bolsas, doce de caju e ameixa brownie, doce de batata e banana e produtos feitos com fibra e talo de buriti.

A diferença da economia solidária para a comum é que, na solidária, os trabalhadores podem gerir seus próprios negócios e decidir a melhor forma de atuar, dividindo o trabalho e repartindo os resultados. Na economia tradicional, existe uma separação na relação entre empregados e os empresários dos negócios.