Cidadeverde.com

Leilão da Ceg-D é marcado para novembro e tem lista de interessados

Após o governo suspender o leilão da Celg-D por falta de interessados, o certame da privatização da distribuidora da Eletrobras em Goiás foi remarcado para novembro. A informação foi divulgada ontem (28), pelo Ministério de Minas e Energia.  A venda da Celg-D será o primeiro teste do projeto de desestatização do governo do presidente Michel Temer.

A data foi firmada após reunião do governo com possíveis investidores, na qual as características da distribuidora foram apresentadas. A princípio o leilão seria realizado em agosto, mas não havia investidores interessados na concessão. O novo edital, a ser lançado mês que vem, promete modificar alguns pontos para deixar a concessão mais atrativa. Entre as empresas que agora demonstraram interesse estão a CPFL Energia, a Neoenergia, Enel, Energisa e Equatorial Energia. O valor mínimo para aquisição da companhia é R$ 1,792 bilhão (R$ 1 bilhão a menos que o valor determinado no primeiro edital).