Cidadeverde.com

Produção da indústria tem a maior queda desde janeiro de 2012

Foram cinco meses de resultados positivos que apontavam para uma breve recuperação da indústria, mas o mês de agosto veio como um balde de água fria. A produção industrial brasileira recuou 3,8% em comparação com julho. Segundo dados do IBGE, essa foi a maior queda desde janeiro de 2012.

Em relação a agosto do ano passado, a atividade recuou 5,2% e registrou a baixa menos intensa desde junho de 2015. Em 2016, a indústria acumula queda de 8,2% - em 12 meses, já chega a 9,3%. Com o resultado de agosto, o total da indústria encontra-se 21,3% abaixo do nível recorde alcançado em junho de 2013.

Influências negativas

De acordo com o IBGE, os piores resultados foram registrados em:
- produtos alimentícios (-8%)
- veículos automotores, reboques e carrocerias (-10,4%)
- indústrias extrativas (-1,8%)
- coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-1,9%)
- perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (-2,8%)
- produtos de minerais não-metálicos (-5,1%)
- confecção de artigos do vestuário e acessórios (-6,9%)
- metalurgia (-1,7%)
- máquinas e equipamentos (-1,6%)
- produtos de borracha e de material plástico (-1,9%)