Cidadeverde.com

Sejus garante que concurso para agentes não será anulado

O secretário da Justiça do Piauí, Daniel Oliveira, garantiu à Coluna Economia & Negócios do Cidadeverde.com que o concurso para agentes penitenciários não será anulado. "Suspendemos o cronograma enquanto a polícia investiga, mas vamos seguir a mesma linha do Tribunal de Justiça, que excluiu apenas os que tentaram fraudar o concurso", declarou o gestor.

O inquérito que investiga a tentativa de fraude no concurso para agentes penitenciários tem 30 dias - a partir da data que foi iniciado - para ser finalizado, mas o prazo pode ser prorrogado por igual período, se a polícia entender que há necessidade. "O que posso dizer é que a fraude não se concretizou. Por isso, as pessoas idôneas seguirão para as próximas fases do concurso", completou Daniel Oliveira. 

O concurso para agentes penitenciários foi lançado em agosto e as provas - nas quais houve tentativa de fraude - foram realizadas no último dia 18. Ontem (5), a Nucepe (organizadora do certame) deveria divulgar o resultado, mas apenas divulgou uma nota informando da suspensão. 

O concurso foi lançado para formação de cadastro reserva porque o Estado ultrapassou o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e está proibido de fazer contratações, entretanto, o governo garantiu que, com as modificações na folha de pagamento, conseguirá chamar os 75 primeiros classificados - até porque precisará de pessoal para compor o quadro de agentes do presídio de Campo Maior, que deverá ser finalizado ainda neste ano, segundo o secretário. 

Clique aqui para ver a nota que anunciou a suspensão do concurso.