Cidadeverde.com

Bancos suspendem empréstimos a aposentados por invalidez

Bancos de médio porte começaram a suspender empréstimos consignados a clientes com menos de 60 anos, que estão estão aposentados por invalidez. O motivo é a revisão que o governo está fazendo nos mais de 1,1 milhão de benefícios concedidos há mais de dois anos. Quem não comparecer ou for considerado apto ao trabalho, perde a aposentadoria - como a prestação do consignado é descontada diretamente na folha de pagamento do INSS, os bancos temem que os clientes não paguem as parcelas.

As despesas do governo com aposentadorias por invalidez quase triplicaram na última década, passando de R$ 15,2 bilhões em 2005 para R$ 44,5 bilhões em 2015 (um crescimento de 292,7%). No mesmo período, a quantidade de beneficiários subiu 17,4%, passando de 2,9 milhões em 2005 para 3,4 milhões em 2015. Com a revisão, o governo espera economizar alguns bilhões por ano.