Cidadeverde.com

Feira de supermercados não pode ser feita no PI por falta de espaço

O Piauí está há 10 anos sem realizar a ExpoNor - uma feira de supermercados que movimenta, em média, R$ 12 milhões no setor. E o motivo, segundo Raul Lopes, presidente da Associação Piauiense de Supermercados, é a falta de uma estrutura adequada para receber o evento. 

"Precisamos de um balcão, com pelo menos 5 mil metros quadrados, um pavilhão. O Piauí está perdendo muito por causa disso. Nenhum local que temos aqui apresenta condições para receber um evento de porte internacional, como essa feira. Todos os demais estados fazem, só o Piauí fica de fora", argumenta Lopes.

O presidente ressalta que a Associação tem condições de realizar a feira no início do ano que vem, caso haja um espaço adequado. "Nosso objetivo é reunir, além das redes de supermercado, os atacadistas, varejistas e a Associação de Bares e Restaurantes. Vem gente do ano inteiro para esse tipo de exposição, inclusive empresas de grande porte. Até as redes de hotéis nos pressionam para realizar a feira, porque também gera renda nesse setor. Precisamos, urgente, de infraestrutura. As autoridades têm que se atentar para isso", enfatiza.

Além das exposições, o evento também realiza palestras importantes para os setores envolvidos, discutindo temas voltados para o planejamento tributário, gestão e perspectivas.