Cidadeverde.com

PI: Gás de cozinha terá 2º aumento em menos de 2 meses

Foto: Pedro Ventura / Agência Brasília


A Petrobras comunicou às distribuidoras de gás de cozinha que adotou uma nova política de preços do combustível, o que fará subir o preço do produto. O reajuste é reflexo de mudanças nos contratos de venda de gás liquefeito de petróleo (GLP), que, a partir de agora, passam a incluir taxas pelo uso da infraestrutura estatal. Os novos preços entraram em vigor ontem (1º).

A medida representará repasse de até 4% para as distribuidoras e o aumento depende da região e do tipo de contrato firmado com a Petrobras. O maior impacto será no Nordeste, onde o botijão de 13 quilos já custa, em média, R$ 53,76. Com o aumento, o consumidor pagará mais R$ 2,15 por botijão.

No Piauí, o último aumento do gás de cozinha foi em setembro deste ano - portanto, há menos de dois meses. O preço médio do produto no estado é R$ 60, segundo o Sindicato dos Revendedores do Gás de Cozinha.