Cidadeverde.com

Governadores suplicam ajuda para pagar 13º dos servidores

Governadores de vários estados brasileiros cobram do Palácio do Planalto uma ajuda emergencial para conseguir honrar com o 13° salário dos servidores públicos. Os três estados que estão em pior situação são Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte, mas outras unidades da federação já tiveram até que atrasar o pagamento do funcionalismo nos últimos meses. Os governadores alegam que deixar de pagar o 13° levará a uma onda de pessimismo no país e prejudicará a economia no final do ano, especialmente nos setores de comércio e serviços. 

Apesar do drama, a equipe econômica da União negou ajuda, justificando que o problema é estrutural e que a saída está em programas de ajuste fiscal que reequilibrem as contas regionais. Das 27 unidades da federal, 8 estão acima do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, que é de 60% da receita gasta com pessoal. E a maioria ultrapassou o Limite Prudencial, inclusive o Piauí, que está com 58,03% da RCL comprometida. 

Mas no Piauí, o pagamento do 13º salário, segundo o governo, está garantido. O secretário da Fazenda, Rafael Fonteles, informou que a tabela de pagamento divulgada no início do ano será cumprida e o dinheiro estará na conta do servidor entre os dias 16 e 20 de dezembro.