Cidadeverde.com

Propaganda enganosa é a principal reclamação no início da Black Friday

 


A Black Friday 2016 atraiu menos consumidores nas primeiras horas de promoções do que nas outras edições. Houve menos buscas, menções nas redes sociais e até reclamações, mas as consultas sobre a reputação das empresas aumentaram - o Reclame Aqui recebeu, até 6h desta 6ª feira 581 queixas relacionadas à campanha. No ano passado foram 831, 30% a mais. 

De acordo com o CEO do Reclame Aqui, o desinteresse desse ano é porque os sites estão oferecendo, em média, 26% de desconto, enquanto se espera de 50% a 60% numa Black Friday, a exemplo do que acontece nos EUA.

No site, o site Kabum! é o primeiro no ranking de reclamações, com 159 ocorrências. O segundo lugar é da Americanas.com - Loja Online, que recebeu 44 queixas nas primeiras horas. O principal motivo de queixas dos consumidores foi a propaganda enganosa, que representou 19,6% dos casos. Em segundo lugar apareceram as divergências de valores, com 11% dos problemas, seguido de dificuldade para finalizar a compra, com 8,4%. A maior causa de reclamações nos últimos anos, a maquiagem de preços, caiu para quinto lugar, com 6,7% de descontos anunciados sobre preços que haviam subido.