Cidadeverde.com

Maioria das cidades do PI tem saldo negativo de empregos

A maioria das cidades do Piauí teve saldo negativo de empregos no período de janeiro a setembro deste ano, revelam dados do Caged, do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgados nesta semana. O resultado segue a queda na geração de empregos registrada em nível de estado – o Piauí teve um saldo negativo de 9.710 empregos no período, com 78.087 demissões e 68.377 admissões.

Dos maiores municípios do estado, ou entre aqueles com economia em crescimento, Teresina, Picos, Bom Jesus e Uruçuí também tiveram saldo negativo. Teresina registrou 45.648 admissões, mas fechou 53.729 postos de trabalho, com um resultado negativo de 8.081 empregos; Picos, a terceira maior cidade registrou saldo negativo de 59 empregos: foram 2.593 admissões contra 2.652 desligamentos de janeiro a setembro. Bom Jesus admitiu 965 pessoas e demitiu 1.392 trabalhadores, com saldo negativo, portanto, de 427 empregos; Uruçuí, por sua vez, registrou 541 admissões, contra 1004 demissões no mesmo período, ou seja, 463 desligamentos a mais do que admissões.

Já União destoa dos demais ao apresentar saldo positivo no comparativo entre empregos gerados e postos de trabalhos fechados neste período. No município foram 1.866 admissões contra 718 demissões, resultando num saldo positivo de 1.148 empregos. O resultado se deve, em parte, pela instalação de uma usina de cana de açúcar que gerou oportunidades de emprego na cidade.