Cidadeverde.com

Centralização de recursos cresce no Piauí

Enquanto o Brasil registra descentralização das riquezas - mesmo que pequena - no Piauí, a centralização dos recursos cresceu. Os 10 municípios mais bem posicionados no PIB de 2014 foram responsáveis por 65,59% da riqueza gerada no Estado. Em 2013, eles representavam 65,16% da economia.

No Brasil, em 2014, cerca de 50% do PIB do Brasil se concentrava em 62 municípios, enquanto que em 2010 eram 52 municípios, denotando uma pequena desconcentração da renda. Em 2014 esses 62 municípios detinham 32,8% da população brasileira.

No ranking dos maiores municípios do Piauí, depois de Teresina, vem Parnaíba, Picos, Uruçuí, Floriano, Piripiri, Baixa Grande do Ribeiro, Bom Jesus, Campo Maior e São Raimundo Nonato. De 2011 a 2014 as três primeiras posições não se alteram, já os municípios de Floriano e Uruçuí trocaram de posição. A mudança de Uruçuí de 5° para o 4° lugar se dá em função de retração no setor serviços em Floriano e crescimento da indústria em Uruçuí.

Atividade econômica

Teresina soma 47,09% da economia estadual, com destaque para setor Serviços com 76,31% na economia municipal. Parnaíba apresenta 4,41% da PIB estadual, destaque ao setor Serviços com 86,59% da atividade. Picos tem 3,22% do PIB estadual, destaque ao setor Serviços com 85,33%. Uruçuí soma 2,53% do PIB estadual, destaque aos setores Serviços e Agropecuária com 37,31% e 33,59%, respectivamente. Floriano, por sua vez, tem 2,42% do PIB estadual, destaque ao setor Serviços com 87,90% da economia municipal. 

- No setor Serviços, os destaques do Piauí foram: comércio, serviço de informação, atividades imobiliárias, administração pública e saúde mercantil.

- A produção industrial expandiu sua participação na formação do PIB em 3,87%, influenciada pela produção e distribuição de eletricidade, gás, água, esgoto, atividades de resíduos e contaminação, e da indústria de transformação.

- A Agropecuária recuou sua participação (0,16%), em função da frustração de safra da lavoura temporária, serviços relacionados à agricultura e criação de aves.

- Já entre os menores PIBs do Estado estão os municípios de Santo Antônio dos Milagres, São Luís do Piauí, Aroeiras do Itaim, Miguel Leão, Olho D’água do Piauí, São Miguel da Baixa Grande, Lagoinha do Piauí, Francisco Macedo, Tamboril do Piauí e Floresta do Piauí. A atividade econômica desses municípios caracterizou-se pelo grau de dependência dos serviços, com predominância da administração pública.