Cidadeverde.com

Natal equilibrado: 10 medidas para aproveitar as festas sem se endividar

 

O Jornal O Globo divulgou nesta semana uma lista com 10 medidas simples para que o Natal não se torne um pesadelo para o bolso. Em meio à crise, muita gente está com salário atrasado ou desempregada, por isso, é fundamental colocar todos os gastos na ponta do lápis para não extrapolar.

1º passo: Faça o orçamento
Inclua não apenas presentes, mas TUDO o que é preciso comprar - alimentos para a ceia, para a decoração, etc. O total encontrado não deverá exceder sua capacidade de pagamento.

2º passo: Limite de gastos

Respeite o limite de gastos estipulado inicialmente no orçamento. Quando um presente ou artigo da festa sair mais caro do que o esperado, compense a despesa extra economizando em outras despesas.

3º passo: Pesquise
Busque preços mais baixos antes de comprar, principalmente no caso dos itens caros. Encartes e sites de busca podem auxiliar na economia. Trocar uma marca ou modelo por outro também poderá reduzir o valor final.

4º passo: Nacional ou importado?
Compre produtos importados quando houver economia ao substituir os nacionais por similares. Mesmo com o dólar em alta, o importado pode sair mais barato em alguns casos.

5º passo: Divida as compras
Analise as ofertas em mais de um supermercado, mesmo que isso signifique dividir sua lista de compras e fechar negócio em mais de um estabelecimento.

6º passo: Amigo oculto
Opte pelo tradicional amigo oculto em vez de comprar presentes individuais para cada pessoa. Neste modelo de troca, os presenteados podem ganhar produtos de maior utilidade para eles.

7º passo: Compras conjuntas
Compre presentes em conjunto, em caso de produtos caros. A ideia é bem aceita pelas crianças, que assim conseguem receber presentes de alto valor, como videogames e computadores.

8º passo: Evite financiamentos
Sem financiamento, evita-se o pagamento de juros e o descontrole por conta dos excessos de contas a pagar no início do ano que vem. IPVA, IPTU, compras de material escolar e matrícula pesam no orçamento do primeiro mês do ano.

9º passo: Cheque especial
Fuja do cheque especial. O juro pelo crédito oferecido pelos bancos quando a conta está no vermelho supera, em média, a 320% ao ano.

10º passo: Cartão de crédito
Compras no cartão de crédito devem ser feitas somente quando houver a certeza de que os valores serão pagos integralmente na próxima fatura, pois os juros são os mais altos do mercado, em caso de não pagamento da fatura.