Cidadeverde.com

Venda de lichia cresce 40% na Ceapi; Caixinha custa R$ 11

A comercialização de lichia cresceu 40% neste final do ano. A fruta é considerada uma das principais iguarias das ceias de Natal. E, como a lichia está no auge da safra, o preço cai consideravelmente.

Segundo a diretora técnica operacional da Ceapi, Justina Vale, a safra da fruta tem início em outubro e segue até o final de janeiro. “A caixinha com 250 gramas chegou a custar R$ 30. Hoje, a mesma caixinha, custa R$ 11. Isto acontece porque, com o auge da safra, o produto entra em maior quantidade no mercado e força a queda do preço. É a lei da procura e da oferta”, explica a diretora. A caixa com quatro caixinhas custa, em média, R$ 40.

Anselmo Moura, gerente de uma rede de lojas da Ceapi, afirma que a fruta ganha cada vez mais espaço no mercado piauiense há cerca de 8 anos. “A lichia possui uma boa aceitação, principalmente quando o preço se encontra razoável, isto é, quando não ultrapassa a média de R$ 15 a caixinha. Com as festas de fim de ano, as vendas crescem cerca de 40%, pois, além de muito consumida em refeições, ela é muito utilizada na confecção de arranjos”, disse Anselmo.

De baixo teor calórico, a lichia é uma das queridinhas também para quem está de dieta. Em dez unidades da fruta sem casca, por exemplo, têm 66 calorias. Ela é rica em fibras, vitamina C, potássio e água, o que auxilia na perda de peso e contribui para a boa hidratação do corpo. 

Segundo o Setor de Estatística da Ceapi, em 2015 circularam pelo entreposto 90 mil quilos de lichia. A fruta é cultivada nos estados de São Paulo e Espírito Santo.