Cidadeverde.com

Juros para quem não paga o cartão de crédito em dia passa de 484%

Os juros médios do rotativo do cartão de crédito se aproxima mais ainda dos 500% e continua sendo a modalidade mais cara do mercado. O crescimento foi de 2,4 pontos percentuais em dezembro de 2016. A taxa atingiu 484,6% ao ano, segundo informações do Banco Central. 

Com as novas altas, a modalidade bateu novo recorde na série histórica, iniciada em março de 2011. Somente em 2016, a alta foi de 53,2 pontos percentuais. Com tantas desvantagens, os especialistas alertam para o risco de contrair esse tipo de crédito. 

Os economistas orientam que os clientes bancários paguem sempre todo o valor da fatura até o dia do vencimento, não deixando saldo devedor. Se a conta ficou impagável, a recomendação é contrair um crédito mais barato, como os empréstimos consignados, quitar a fatura e pagar o empréstimo parcelado.

A mesma orientação é dada no caso do uso do cheque especial. Os juros médios cobrados nas operações com pessoas físicas até caíram em dezembro, passando de 330,6% ao ano para 328,6% - mas ainda continuam oferecendo mais desvantagens que vantagens para o cliente.