Cidadeverde.com

Procon lista 510 sites 'perigosos' para compras


O Procon atualizou a lista de sites e-commerce que devem ser evitados pelo consumidor. São 510 endereços eletrônicos considerados inseguros para a realização de compras pela internet, boa parte dele já estão até fora do ar. O material inclui o nome da empresa responsável e o CNPJ, além da data de inclusão na "lista negra".

Segundo o órgão, os sites são de empresas que tiveram reclamações registradas, foram notificadas sobre o problema, mas não responderam ao contato. Há também aquelas que nem foram encontradas, na tentativa de intermediação com o cliente. Ou seja, tudo indica que possam ser golpistas.

Clique aqui para ver a lista completa

O Procon ainda orienta os consumidores sobre os riscos de compras online. Veja dicas: 
- desconfie de ofertas vantajosas
- procure na página por documentos que comprovem a existência da empresa, como CNPJ e razão social. 
- busque informações a respeito do fornecedor 
- não compre em sites que exigem pagamento por boleto bancário ou depósito em conta corrente
- imprima ou salve todos os documentos que comprovem a negociação.