Cidadeverde.com

Uber é processado em R$ 140 milhões por provocar divórcio

Uma ação judicial na França pede à empresa Uber que pague 45 milhões de euros (R$ 140 milhões) a um empresário que alega que um bug do aplicativo contribuiu para seu divórcio. A ação foi ingressada em Grasse, cidade localizada a 50 quilômetros de Nice, no sul do país.

O empresário teria tomado emprestado o iPhone da esposa para solicitar uma viagem através do serviço. Mesmo após ele desvincular a sua conta no aparelho, o smartphone continuou mostrando alertas de trajetos futuros e ela teve acesso a informações como placa do carro, nome do motorista e os horários dos itinerários. O empresário alega que a esposa começou a ter suspeitas sobre a sua fidelidade.

A audiência inicial está marcada para este mês e um representante da Uber na França informou que a empresa não se pronuncia publicamente sobre casos individuais.