Cidadeverde.com

Governo autoriza mais recursos para o Programa Seguro Emprego

O limite de gastos com o Programa Seguro Emprego (PSE) subiu para  R$ 327 milhões neste ano de 2017, segundo decreto presidencial publicado ontem (1º) no Diário Oficial da União. Inaugurado em 2015, o Programa permite às empresas a redução da jornada de trabalho de seus funcionários em até 30%, com redução proporcional dos salários. Parte da diferença salarial é parcialmente compensada pelo governo, que paga ao trabalhador 50% da perda, com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O problema é que o fundo já está deficitário. Até 2016, os gastos do programa somaram cerca de R$ 170 milhões.