Cidadeverde.com

Construcard FGTS beneficiará famílias com renda até R$ 6.500; veja regras

Foto:Francisco Gilásio/CCOM

O Governo do Piauí está finalizando a implantação do Cartão Construcard FGTS - uma linha de crédito direcionada à população de baixa renda, voltada para melhoria habitacional. O governador Wellington Dias (PT) se reuniu na quarta-feira (8) com uma equipe de secretários e com o superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Elizomar Guimarães, para definir como será operacionalizada a liberação do crédito. “Vai fomentar a cadeia da construção civil, com geração de emprego e renda”, destacou o governador.

A meta é disponibilizar R$ 125 milhões para melhoria habitacional, reforma e/ou ampliação de imóveis em todo o estado. No público-alvo estão famílias com renda até R$ 3.600 (Público 1) e entre R$ 3.600 e R$ 6.500 (Público 2). A análise de crédito obedecerá às normas vigentes do Banco Central e da Caixa. Para o Público 1,o financiamento varia de R$ 2.500 a R$ 20 mil. O valor venal do imóvel não poderá ultrapassar R$ 170 mil após a reforma. A regra estabelece que 85% do crédito são direcionados para a aquisição de material de construção e 15% para mão-de-obra. A construção tem que ser finalizada em 180 dias. A dívida pode ser paga em até 120 meses.

O maior atrativo do Construcard FGTS são os juros. Para famílias com renda até R$ 3.600 a alíquota é de 5% ao ano, mais TR. Para renda de até R$ 6.500, taxa de 6% ao ano, mais TR. Servidores públicos, cotistas do FGTS e trabalhadores que recebem salário pela Caixa, tem ainda o benefício de redução de 0,5% da taxa de juros nominal. O programa será operado por meio da Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH), que assumirá o pré-atendimento dos interessados.