Cidadeverde.com

Temer deve dar 6 meses para Estados mudarem regras da aposentadoria

Apesar de ter retirado os servidores públicos da reforma da Previdência (com exceção dos federais), o presidente Michel Temer (PMDB) deve estabelecer um prazo para que os Estados e municípios promovam mudanças nos sistemas de aposentadoria. 

Temer admitiu a possibilidade de incluir uma emenda com esse prazo na proposta de reforma e calcula que seis meses seja um tempo razoável para as mudanças nos sistemas. 

Terceirização

O presidente avisou que deve sancionar a proposta de terceirização aprovada na última quarta-feira (22). Ele argumentou que, mesmo não sendo ideal, o texto dá segurança jurídica para empregados e empregadores. Disse, porém, que algumas mudanças na terceirização podem ser incluídas na reforma trabalhista, hoje na Comissão Especial da Câmara. Temer tem apenas até a primeira semana de abril para sancionar o projeto de terceirização.