Cidadeverde.com

Infraero estuda modelo de concessão do terminal de cargas de Teresina


A Infraero apresentará, em evento no Estado de São Paulo, prospecções de projetos de concessões dos terminais de carga de 11 aeroportos brasileiros, incluindo o de Teresina. O modelo das conceções já foi aplicado em Goiânia (GO) e Curitiba (MT) e está em fase de homologação em outras duas cidades - Vitória (ES) e São José dos Campos (SP).

As prospecções de interesse serão apresentadas no Intermodal South America 2017, evento realizado entre 4 e 6 de abril. A Assessoria de Comunicação da Infraero explicou à Coluna Economia & Negócios, do Cidadeverde.com, que as concessões se restringem aos terminais de cargas e não abrangem os terminais de passageiros. 

Ainda não há edital referente ao aeroporto de Teresina, mas no geral a concessão prevê a exploração e operação das atividades de logística de carga no aeroporto. A Infraero continuará fiscalizando o serviço e receberá um valor mensal pela concessão. O cálculo varia de aeroporto para aeroporto, contanto que supere a meta histórica da renda do terminal antes da licitação.  

Segundo a assessoria, a renda vai para o cofre da Infraero, que revestirá esse valor em melhorias na rede, mas os investimentos nos terminais de carga ficarão a cargo da empresa que vencer a licitação durante o prazo de atuação - geralmente 10 anos. 

Além de Teresina, a Infraero mostrará os projetos para a concessão de áreas em Recife e Petrolina (PE), Manaus (AM), Joinville e Navegantes (SC), Uberlândia (MG), Londrina e Foz do Iguaçu (PR), João Pessoa (PB) e Uruguaiana (RS).