Cidadeverde.com

Governo corta R$ 30 milhões de 'custeio da máquina'


O governo do Piauí contabiliza uma economia de R$ 30 milhões nos dois primeiros meses do ano devido ao corte de gastos nas chamadas 'despesas correntes'. O Sistema Integrado de Administração Financeira do Estado do Piauí (Siafe-PI) aponta que o Poder Executivo liquidou despesas classificadas como 'Outras Despesas Correntes', no valor total de R$ 99.987.491, enquanto no mesmo período do ano passado foi liquidado o valor de R$ 129.464.495,94. Essas despesas são referentes, principalmente, ao custeio da máquina administrativa, tais como gastos com terceirizados, locação de veículos, combustível, diárias, etc.

Os dados demonstram uma redução nominal de 23% nas despesas de custeio. Considerando a inflação, essa economia é ainda maior, de 28%, o que equivale a uma redução de R$ 38,21 milhões. “O Governo do Estado vem buscando melhorar a qualidade dos gastos públicos, por meio de uma gestão mais eficiente, privilegiando a alocação dos recursos em ações que trazem melhoria efetiva para população. Foram gastos, por exemplo, nos dois primeiros meses desse ano, R$ 17,63 milhões a mais com educação e saúde, comparado ao mesmo período do ano passado”, afirma o secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles.