Cidadeverde.com

Veja os preços do Mercado do Peixe; local abre até amanhã

  • _MG_6880.jpg Roberta Aline
  • _MG_6877.jpg Roberta Aline
  • _MG_6875.jpg Roberta Aline
  • _MG_6873.jpg Roberta Aline
  • _MG_6865.jpg Roberta Aline
  • _MG_6861.jpg Roberta Aline
  • _MG_6858.jpg Roberta Aline
  • _MG_6855.jpg Roberta Aline
  • _MG_6853.jpg Roberta Aline
  • _MG_6847.jpg Roberta Aline
  • _MG_6839.jpg Roberta Aline
  • _MG_6837.jpg Roberta Aline
  • _MG_6834.jpg Roberta Aline
  • _MG_6830.jpg Roberta Aline
  • _MG_6828.jpg Roberta Aline
  • _MG_6827.jpg Roberta Aline
  • _MG_6825.jpg Roberta Aline
  • _MG_6823.jpg Roberta Aline
  • _MG_6818.jpg Roberta Aline
  • _MG_6817.jpg Roberta Aline
  • _MG_6814.jpg Roberta Aline
  • _MG_6813.jpg Roberta Aline
  • _MG_6802.jpg Roberta Aline
  • _MG_6801.jpg Roberta Aline
  • _MG_6794.jpg Roberta Aline
  • _MG_6792.jpg Roberta Aline
  • _MG_6787.jpg Roberta Aline
  • _MG_6782.jpg Roberta Aline

O Mercado do Peixe de Teresina está bastante lotado na manhã desta quinta-feira (13). Apesar do aumento dos preços, que tiveram cerca de 10% de reajuste nesta semana, os consumidores são atraídos pela alta variedade de produtos. 

A tilápia, como sempre, é a campeã em vendas, mas também estão sendo muito vendidos o branquinho, a piratinga, o camarão e o bacalhau - mas esse último é artigo de luxo no local, apenas dois pontos de venda tinham o produto para oferecer aos clientes. Veja abaixo como estão, em média, os preços hoje no Mercado do Peixe:

- Pescada amarela (kg)
R$ 30 com cabeça
R$ 35 sem cabeça

- Tilápia  (kg)
R$ 14 com cabeça

- Branquim  (kg)
R$ 20 o filé
R$ 15 o peixe pequeno inteiro
R$ 20 o peixe grande inteiro

- Piratinga  (kg)
R$ 40 o filé

- Lagosta  (kg)
R$ 75 o quilo

- Camarão  (kg)
R$ 55 o médio

- Tambaqui (kg)
R$ 10 

- Bacalhau (kg)
R$ 45

Na semana passada, a pescada amarela vendida com cabeça podia ser encontrada até por pouco menos de R$ 27. A tilápia estava R$ 12. O preço do branquinho variava de R$ 12 a R$ 15. O aumento, segundo os vendedores, é justificado pelo preço do produto na fonte, que também aumento cerca de 10%.

Mesmo assim, houve muito aumento da demanda. A vendedora Aline Araújo, por exemplo, conta que comprou 200% a mais de produtos para os clientes. 

Outra vendedora, Robervânia Figueiredo, explica que os clientes estão tentando pechinchar, mas acabam entendendo que, nesse período, os preços sobem naturalmente. "O movimento está muito parecido com o do ano passado, tem muita gente procurando, principalmente a tilápia, e de todo jeito, filé, posta, inteiro...", afirma.

Funcionamento

O Mercado do Peixe é um dos poucos estabelecimentos comerciais que abrirão as portas amanhã, na Sexta-Feira da Paixão. Quem pretende ir às compras, no entanto, deve chegar ao local até, no máximo, meio-dia, porque os vendedores encerram o trabalho quando o movimento começa a diminuir. Segundo eles, no entanto, não tem um horário certo para o fechamento.