Cidadeverde.com

Ministro diz que cortará benefícios de funcionários dos Correios


O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, declarou que reduzir os benefícios dos empregados dos Correios está entre as medidas para cortar os gastos da estatal nos próximos meses, na tentativa de melhorar a situação financeira. 

O principal corte, como disse o ministro, deve ser no Postal Saúde, que é o plano de assistência médica dos empregados dos Correios. A estatal teve um prejuízo estimado de R$ 400 milhões no primeiro trimestre, após ter tido prejuízo anual de cerca de R$ 2 bilhões em 2015 e em 2016. "Tem que fazer; é o único jeito de evitar que a empresa tenha que ser privatizada", afirmou Kassab sobre os cortes.

Em 2016, os Correios anunciaram um Programa de Demissão Incentivada (PDI) e pretendia atingir a meta de 8 mil servidores, mas apenas 5,5 mil aderiram ao programa, atingindo uma economia de R$ 700 milhões anuais, que é, segundo o governo, aquém da necessidade da empresa.