Cidadeverde.com

Reformas no imóvel devem ser declaradas no IR; veja o que entra

Benfeitorias em imóveis são uma das poucas formas de atualizar o valor do bem na declaração do Imposto de Renda, já que a Receita Federal não permite que o preço de aquisição da unidade seja modificado pelo valor de mercado ou reajustado pela inflação. Com isso, a diferença entre o preço de compra e venda pode ser significativa - o lucro obtido com a venda fica maior e, consequentemente, o imposto incidente sobre este valor, de 15%, fica mais pesado. 

Ao declarar as melhorias ao valor de aquisição do imóvel, o contribuinte consegue diminuir a diferença entre o preço de aquisição e o valor de venda do bem. Quanto menor essa diferença, menor será o saldo do imposto a pagar na venda do imóvel.

O que entra

- construção ou ampliação do imóvel
- pintura
- conserto e troca de encanamento e piso
- reparos nas paredes
- despesas com materiais de construção 
- gastos com mão de obra

O que não entra

- troca ou compra de mobília 
- itens de decoração
- pagamento de mão de obra para realizar projetos decorativos e paisagísticos