Cidadeverde.com

Juros do cartão sobe mais no último mês antes das mudanças

Os juros do rotativo do cartão de crédito voltaram a subir, mesmo com as medidas para tentar conter a alta. A taxa passou de 487,8% ao ano em fevereiro para 490,3% ao ano em março - e com isso atingiu o maior patamar desde janeiro (497,5% ao ano).

Já os juros do cheque especial avançaram de 327% ano em fevereiro para 328% ao ano em março, também o maior nível desde janeiro (328,3% ao ano). As informações são do Banco Central. 

Novas regras

Desde o início deste mês de abril, os consumidores não podem mais permanecer no crédito rotativo do cartão por mais de 30 dias. Se a conta não for integralmente paga nesse período, o banco é obrigado a oferecer uma nova linha de financiamento, com juros menores, além do parcelamento. 

Como essa pesquisa mostra a comparação de fevereiro para março, a expectativa é que o juros do rotativo comecem a cair a partir da próxima divulgação, em maio, referente a comparação de março para abril. A estimativa é que os juros do cartão recuariam pela metade do patamar atual, ou seja, para cerca de 245% ao ano. Mesmo com essa queda, a taxa de juros cobrada pelos bancos o que ainda seria muito elevada pelos padrões internacionais.