Cidadeverde.com

Greve geral: governo estuda cortar ponto dos servidores federais

O governo federal estuda cortar o ponto dos servidores federais que aderirem à greve geral contra as reformas trabalhista e penitenciária. A paralisação foi convocada pelas centrais sindicais e está sendo monitorada pelo Palácio do Planalto. A CUT - Central Única dos Trabalhadores - afirma que haverá greve em 26 Estados e protestos em mais de 20 capitais nesta sexta-feira (28).

O monitoramento está sendo feito, basicamente, pelas redes sociais, mas ainda não se tem uma ideia certa das proporções que a greve geral vai alcançar. O receio do governo é de que um movimento muito grande possa atrapalhar a tramitação das reformas no Congresso.