Cidadeverde.com

Férias mais caras: produtos mais procurados sobem mais que a inflação

Os produtos e serviços mais procurados no mês de férias ficaram mais caros do ano passado para cá. Levantamento do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (IBRE) mostra que o aumento de preços foi de 4,18% entre julho de 2016 e junho de 2017, ficando, portanto, acima da inflação acumulada no mesmo intervalo (3,44%).

Por outro lado, apesar dos aumentos registrados, as despesas com alimentação avançaram menos que a inflação, subindo, nos últimos 12 meses, 0,63%. Houve queda de 12,54% nos preços das frutas. Já as despesas com serviços nas férias variaram 6,02%.

Veja outras alterações de preços

- Despesas com alimentação nas férias: 0,63%
- Despesas com serviços nas férias: 6,02%
- Frutas: -12,54%
- Biscoitos: 7,47%
- Pão de forma: 11,21%
- Bolo pronto: 13,51%
- Bombons e chocolates: -2,38%
- Balas e doces: 7,87%
- Sorvete e picolé: 8,69%
- Bebidas lácteas: 6,45%
- Apresuntado: 4,53%
- Mortadela: 5,40%
- Presunto: 4,29%
- Salsicha e salsichão: 8,92%
- Patê: 7,16%
- Refrigerantes e água mineral: 4,92%
- Sucos de fruta: 9,14%
- Polpa de fruta congelada: -7,14%
- Refresco de fruta em pó: 7,90%
- Bebidas de soja: 1,67%
- Milho de pipoca: 14,96%
- Batata frita: 8,77%
- Refeições em bares e restaurantes: 5,46%
- Doces e salgados: 8,22%
- Sanduíches: 5,76%
- Sorvetes fora de casa: 4,62%
- Sucos de frutas fora de casa: 4,36%
- Refrigerantes e água mineral fora de casa: 6,14%
- Cinema: 6,47%
- Show musical: 12,07%
- Teatro: 14,85%
- Clube de recreação: 8,62%
- Hotel: -6,28%
- Passagem aérea: 15,44%
- Excursão e tour: 7,42%
- Tarifa de ônibus interurbano: 4,19%
- Mensalidade para TV por assinatura: 9,31%
- Mensalidade para internet: 3,86%