Cidadeverde.com

OAB pede informações sobre aumento da tarifa de água no PI

A Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor da OAB Piauí encaminhou ofício ao Instituto de Águas e Esgotos do Piauí (Agespisa) e à Agência Municipal de Regulação de Serviços Públicos de Teresina (Arsete) solicitando informações sobre as razões que embasaram o reajuste da tarifa de abastecimento de água na capital e interior do Estado.

Em Teresina o reajuste é de 2,96% e nos demais municípios o aumento é ainda maior, de 4,57%.

A OAB requereu informações quanto ao cumprimento por parte da Agespisa das metas estabelecidas para a ampliação da rede de fornecimento de água e esgoto e da melhoria dos serviços prestados. “Teresina apresenta situações que colocam, inclusive, em dúvida a qualidade da água que está sendo distribuída, além de bairros que não recebem o abastecimento de água regular, como o Jacinta Andrade e o Eduardo Costa”, disse Michel Saldanha, presidente da CDDC.