Cidadeverde.com

Governo estuda alíquota maior do IR a partir de 2018

Foi notícia hoje (8) na imprensa nacional que o governo federal está estudando criar uma nova alíquota do Imposto de Renda para pessoa física, que pode chegar a 35%. Além disso, a equipe econômica de Michel Temer (PMDB) também avalia passar a cobrar o IR sobre lucros e dividendos e ainda rever as desonerações praticadas.

Em outras palavras, a alta de impostos continua sendo considerada, pelo governo, uma saída para equilibrar as contas públicas - e o aumento do PIS/Cofins dos combustíveis parece não ter sido suficiente, apesar das reclamações.

Mas mexer no Imposto de Renda é uma atitude que precisa ser aprovada no Congresso, por meio de um projeto de lei. Para valer a partir de 2018, é necessário que as mudanças sejam aprovadas ainda neste ano - em meio à impopularidade do presidente, o que pode impedir até que esse projeto chegue, de fato, ao Legislativo.

A meta fiscal para 2018 é de déficit primário de R$ 129 bilhões. Dentre as alterações no IR, a que teria maior destaque é a tributação sobre lucros e dividendos, que renderia uma arrecadação de mais de R$ 10 bilhões.