Cidadeverde.com

Queda no preço da gasolina deve chegar aos postos na 2ª feira

A nova política de preços da Petrobras, que leva em conta os valores praticados no mercado internacional, está preocupando os donos de postos de combustíveis em Teresina. 

A lojística para a aquisição dos produtos está diretamente ligada aos ajustes estipulados na refinarias. Por causa disso, em seis dias, a gasolina passou por quatro reajustes e o óleo diesel por sete.

Entre 31 de agosto e 5 de setembro, a alta da gasolina chegou a 11,09%. Os consumidores perceberam a diferença pelo bolso e passaram a se preocupar com as constantes variações.

Segundo o Sindicato dos Empresários de Postos de Combustíveis, a Petrobras atribuiu os reajustes ao furacão que atingiu os Estados Unidos. "Cerca de 25% das refinarias americanas ficaram paralisadas. Os EUA começara, a importar combustível para consumo e isso refletiu no aumento dos preços no Brasil", explicou o vice-presidente, José Couto.

A TV Cidade Verde circulou pela cidade e encontrou os seguintes preços sendo praticados nos postos:

Zona Sul: de R$ 3,54 a R$ 3,79
Zona Norte: de R$ 3,63 a R$ 3,79
Zona Leste: de R$ 3,59 a R$ 3,60
Zona Sudeste: de R$ 3,74 a R$ 3,79

A boa notícia para os consumidores é que, a partir da próxima semana, os preços devem voltar a cair. A Petrobras já anunciou a queda de 3,8% no preço praticado nas refinarias e isso deve chegar aos postos a partir de segunda-feira (11). Por outro lado, o preço do óleo diesel foi aumentado em 0,7%. 

"A queda no preço da gasolina deve acontecer porque as refinarias já estão voltando a funcionar e isso deve afetar novamente os preços no Brasil", enfatiza José Couto.