Cidadeverde.com

Federação dos Bancos lista 9 cuidados para tornar o Natal mais seguro

Proteger as senhas e redobrar os cuidados nas compras em locais de grande aglomeração e no comércio eletrônico estão entre as precauções que o cliente pode tomar para evitar contratempos. Esse é o alerta da Federação Brasileira de Bancos. 

Na época de Natal há um aumento médio de 10% no volume de transações realizadas pelos canais digitais nas principais instituições financeiras do País - cerca de 300 milhões de operações. Por mais que os bancos façam investimentos expressivos para garantir a segurança e o sigilo das transações realizadas nos canais de atendimento – cerca de R$ 2 bilhões anuais em sistemas de tecnologia da informação (TI) - o cliente é parte fundamental nesse processo. 

Veja as dicas para garantir mais segurança:

1. Ao comprar presentes pela internet, tenha certeza que o site que está utilizando é o verdadeiro. Prefira digitar o endereço diretamente no navegador a usar um site de busca. Verifique também se a barra de endereços traz o cadeado de segurança do navegador (isso significa que a conexão é protegida) e preste atenção no endereço que está sendo exibido. Desconfie de promoções com descontos excessivos. Procure certificar-se de que não se trata de uma armadilha.

2. Ao receber um boleto para pagamento, seja pelo Correio ou eletronicamente, verifique se é uma cobrança devida e confirme atentamente os dados da compra. Em caso de dúvidas, entre em contato com a empresa que emitiu o boleto e confirme os dados antes de pagá-lo.

3. Não use redes wireless (wifi) desconhecidas ou em locais públicos para efetuar transações bancárias. Se precisar fazer transações em trânsito, prefira usar a rede 3G.

4. Em casa, mantenha sempre sua rede wifi protegida por senha e altere a senha do seu roteador, evitando manter as senhas padrões.

5. Atenção a ligações telefônicas ou abordagens pessoais solicitando doações ou colaborações de Natal para entidades como asilos, creches ou outras semelhantes. Antes de fazer qualquer transação, verifique se a entidade realmente existe, é idônea e procure conhecer o trabalho feito por ela, para garantir o destino adequado de eventuais colaborações. Nunca forneça dados bancários.

6. Cuidado com mensagens de cartões de Natal contendo links. Muitas mensagens desconhecidas podem ter programas maliciosos que, ao serem instalados, tornam vulnerável o computador ou smartphone.

7. Lembre-se: nunca informe seus dados pessoais e senhas em canais que não sejam os oficiais do seu banco, tampouco por solicitações telefônicas.

8. Os bancos não solicitam que portadores recolham cartões de débito e crédito em sua casa, mesmo se estiverem vencidos ou cancelados. Não entregue seus cartões a outras pessoas, mesmo que se identifiquem como sendo do banco ou a serviço do banco.

9. Em locais com aglomerações, proteja sua bolsa/carteira/telefone celular. Se tiver seu cartão, documentos, cheques ou celulares roubados, entre em contato com os órgãos competentes como bancos, operadoras de telefonia e delegacias e providencie imediatamente o bloqueio dos seus cartões, cheques e telefones. Assim que possível, registre uma ocorrência e comunique os órgãos de proteção ao crédito.