Cidadeverde.com

Governo já conta com adiamento do reajuste dos servidores

Com a previsão de que o déficit fiscal de 2017 fique R$ 30 bilhões abaixo da meta de R$ 159 bilhões, o governo espera derrubar a liminar que suspende o adiamento do reajuste dos servidores públicos deste ano para o próximo.

Atualmente, está valendo a liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) que suspende o adiamento e com isso, o governo terá que dar reajuste ainda em 2018, mas a equipe econômica acredita que é possível reverter, contribuindo, assim, para o equilíbrio das contas públicas de 2018. 

O governo tem até o final de janeiro para definir a situação, uma vez que a folha paga neste mês é referente ao mês de dezembro do ano passado. 

Segundo os cálculos apresentados, o adiamento do reajuste do funcionalismo para 2019 representaria uma economia de R$ 4,4 bilhões para os cofres públicos.