Cidadeverde.com

BNB: aprovados em concurso vão à BSB pedir convocação

Foto: Divulgação/BNB


Com um déficit de quase 1 mil funcionários, o Banco do Nordeste (BNB) enfrenta uma série de dificuldades em implementar projetos e, diante da aproximação do fim do prazo para convocação do cadastro de reserva dos aprovados do último concurso, representantes da comissão de aprovados se reunirão, nesta quarta-feira (23), com o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, para reivindicar a convocação.

Em 2017, por exemplo, a instituição só conseguiu aplicar 60% dos recursos aprovados pelo Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Para este ano, o banco do Nordeste tem o desafio de aplicar na economia regional 100% do orçamento do FNE, que alcançou valor recorde de R$ 30 bilhões. É válido ressaltar que, a partir desse ano, o banco também irá operacionalizar o FIES. No total, está prevista a realização de 790 mil operações de crédito e mais 400 mil renegociações, demandando mão de obra para suprir carência em agências e dar celeridade às operações.

“Existem mais de 600 aprovados na fila da convocação. Estamos muito apreensivos, pois o prazo final para ser realizada a convocação do cadastro de reserva termina no mês de julho. A diretoria administrativa do Banco do Nordeste realizou um estudo e o mesmo foi apresentado ao secretário de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST). O estudo demonstra analiticamente a atual necessidade de funcionários para o banco, que é de 8 mil funcionários. O atual quadro de funcionários do banco é de 7.020 colaboradores, gerando um déficit de mão de obra de 980 pessoas”, argumenta Antônio Vinícius Ferreira, representante da comissão de aprovados do Banco do Nordeste.

Em reunião realizada entre a comissão de aprovados e o presidente do BNB, Romildo Rolim, o gestor afirmou que o banco já solicitou ao SEST o aumento do quadro de funcionários, enfatizando a necessidade de convocação dos aprovados.