Cidadeverde.com

Maioria dos piauienses pretende gastar até R$ 100 com produtos para Copa

Foto: SPC Divulgação

O Brasil entrou em campo neste domingo, dia 17, mas para o comércio, a Copa começou bem antes. A preparação da torcida para o mundial vem aquecendo as vendas no comércio. A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-PI) divulgou um estudo realizado no Piauí, em parceria com o Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas/PI), sobre os efeitos da Copa na atividade comercial.

Dentre os itens de maior desejo dos piauienses estão os de vestuário associados à Copa do Mundo (11,5%), seguido pelos televisores (7,9%), celulares e eletrodomésticos (1,6%). Quanto ao valor que se pretende gastar, 40,4% dos entrevistados revelaram querer usar até R$ 100. Já 27,7% querem gastar mais de R$ 300, 16,4% até R$ 300 e 15,5% até R$ 200.

As compras em lojas físicas ainda são as preferidas dos piauienses, 69,9% pretendem comprar diretamente da loja e 30,01% pela internet. A pesquisa aponta ainda que a forma de pagamento preferida é a parcelada (53%).

Os bares e restaurantes também poderão ter acréscimo nas vendas nos dias de jogos, onde 22,3% pretendem consumir alimentos e bebidas fora de casa. Mas nesta edição da Copa, os torcedores têm dado a preferência por torcer em casa, onde 68,7% dos consumidores pretendem comprar os produtos para consumir em casa com familiares e amigos.

Horário especial

O Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sindilojas/PI) informou que durante os jogos do Brasil na Copa as lojas do Centro de Teresina e dos bairros funcionarão em horário especial. Nos jogos agendados para às 9h, as lojas abrem de 12h às 18h; já nos jogos de 15h, as lojas estarão abertas das 8h até às 14h.