Cidadeverde.com

PI vai nomear só 25 candidatos do concurso para agente penitenciário

Foto: CCOM


O governo do estado pretende nomear, no final de julho, os primeiros colocados no concurso para Agentes Penitenciários. O problema é que, diferente da promessa de convocar, pelo menos, 75 candidatos, o governo vai nomear apenas 25. 

A informação foi confirmada, à Coluna Economia & Negócios, do Cidadeverde.com, pelo secretário estadual da Justiça, Daniel Oliveira. "A justificativa é a questão do equilíbrio fiscal. Fizemos os cálculos e, no atual momento, para manter a folha de pagamento e as obras, inclusive do sistema penitenciário, só poderemos chamar os 25 primeiros candidatos", afirma o gestor.

Sobre a falta de pessoal para monitorar as penitenciárias, Daniel ressaltou que, atualmente, o sistema está estável, principalmente porque foram inauguradas novas unidades, que amenizaram o problema da superlotação. "Consideramos esses 25 que serão nomeados um reforço importante", completa.

O secretário acrescentou que ainda não há uma data para que novos candidatos sejam nomeados, mas destacou que há expectativa de novas convocações até o final da validade do concurso. "Só não podemos precisar a quantidade. Tudo depende da variação da arrecadação e da receita. A equipe financeira está vendo isso", concluiu.

A prova do concurso para agentes penitenciários foi realizada no dia 19 de março - após a primeira ter sido anulada por suspeita de fraude. O certame foi realizado apenas com oportunidades para "cadastro reserva" por causa do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).  

A promessa inicial do governo era de chamar os 75 primeiros candidatos e depois mais 75. O curso de formação foi realizado de 7 de janeiro a 26 de abril. Revoltados, os candidatos estão acampados no Palácio de Karnak há uma semana.