Cidadeverde.com

Prorrogado prazo para que a Equatorial assuma a Cepisa

Foto: Arquivo Cidadeverde.com


A Equatorial Energia só deve assumir a Cepisa daqui a 90 dias, no final de outubro, e não dentro de 45 dias, como havia sido dito. A decisão dos acionistas da Eletrobras foi dada em assembleia geral extraordinária, realizada na noite de ontem (30) e também prorroga o prazo para as demais distribuidoras que estão no processo de privatização. Com isso, as empresas que vencerem o próximo leilão só assumirão a responsabilidade em 31 de dezembro. 

O prazo para o vencimento da autorização que permitia a operação dessas subsidiárias pela Eletrobras em caráter temporário venceria hoje (31). Com a decisão da assembleia, o governo entende que a hipótese de liquidação das distribuidoras – uma das possibilidades em debate na estatal – esta afastada. A medida visa dar tempo ao governo para finalizar o processo de privatização das subsidiárias. Aprovada no início de julho, a medida provisória que autoriza a privatização aguarda apreciação do Senado.

O leilão das outras distribuidoras está marcado para o dia 30 de agosto. São elas a Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron), Boa Vista Energia, distribuidora de energia em Roraima e Amazonas Distribuidora de Energia (Amazonas Energia). Outra distribuidora, a Companhia Energética de Alagoas (Ceal) teve o leilão suspenso devido a uma decisão judicial. O governo espera conseguir derrubar a decisão até a data de realização do leilão.