Cidadeverde.com

Eletrobras mantém leilão no dia 30, mas adia o da Amazonas Energia

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Apesar da liminar do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ), dada na última quinta-feira (16), suspendendo o leilão das distribuidoras de energia da Eletrobras, marcado para o dia 30 deste mês, a holding informou que o certame está mantido. 

Um detalhe, porém, é importante: o leilão da Amazonas Energia foi adiado para o dia 26 de setembro e um cronograma mais detalhado será divulgado nos próximos dias.

Com isso, resumidamente, o leilão das distribuidoras Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre); Centrais Elétricas de Rondônia (Ceron) e Boa Vista Energia, distribuidora de energia em Roraima, está mantido para o dia 30 de agosto. O da Amazonas Energia foi para o dia 26 de setembro e o da Ceal, de Alagoas, ainda não tem data fechada.

A Eletrobras informou que busca junto ao BNDES - organizador do leilão - uma forma de reverter a suspensão do pleito. As empresas interessadas nas distribuidoras Eletroacre, Ceron (RO) e Boa Vista Energia (RR) deverão entregar os documentos relativos ao processo de privatização no dia 27 de agosto, das 9h às 12h, na B3, bolsa de valores de São Paulo. Os leilões permanecem agendados para o dia 30 de agosto, às 15h.

Cepisa

A decisão do Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) diz respeito a uma outra decisão dada em 4 de junho, que suspendia o leilão de todas as distribuidoras, incluindo a Cepisa. 

Agora, não se sabe se essa suspensão tem reflexo também na distribuidora do Piauí, que já foi leiloada, no dia 26 de julho. 

A Coluna Economia E Negócios do Cidadeverde.com entrou em contato com a holding, que informou que o caso está sendo estudado pelo BNDES.

A Equatorial Energia - empresa que venceu o leilão da Cepisa - não respondeu às solicitações de esclarecimentos sobre o assunto. O BNDES informou que vai soliticar informações ao setor jurídico e, assim que tiver uma resposta, esclarece os fatos.