Cidadeverde.com

Piauí gerou quase 3 mil empregos formais em 2018

Foto: Agência Brasil

O mercado de trabalho do Piauí teve saldo positivo na criação de empregos formais em julho, com  abertura de 200 novas vagas. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho. O resultado é a diferença entre 7.118 admissões e 6.918 desligamentos.

No ano, de janeiro a julho, já são 2.924 novos postos de trabalho, enquanto no acumulado de 12 meses o estado registra um saldo positivo de 3.136 novas vagas. Com o novo resultado, já é o sexto mês consecutivo de alta no número de empregos formais do Piauí.

O crescimento do emprego no Piauí foi influenciado principalmente pela Agropecuária, que abriu 230 vagas, e a Indústria de Transformação, com 122 novos postos.

Desempenho nacional

O emprego formal no Brasil teve expansão no mês de julho, com a abertura de 47.319 novos postos de trabalho, uma variação de +0,12% em relação ao estoque de empregos do mês anterior. A alta no emprego formal em julho foi resultado de 1.219.187 admissões e 1.171.868 desligamentos.

Houve crescimento do emprego formal em seis dos oito setores econômicos. A maior expansão foi dos setores de Agropecuária (17.455 postos), Serviços (14.548 postos) e Construção Civil (10.063 postos).

A Indústria de Transformação (4.993 postos), os Serviços Industriais de Utilidade Pública (Siup) (1.335 postos) e a área Extrativa Mineral (702 postos) também tiveram saldos positivos. Os recuos foram nos setores de Administração Pública (-1.528 postos) e Comércio (-249 postos).