Cidadeverde.com

Varejo do PI tem queda nas vendas, mas aumento de receita

Foto: Arquivo/Cidade Verde

O comércio varejista cresceu 1,3% em agosto deste ano, quando comparado ao mês anterior. O número compensa grande parte da queda de 1,5%, acumulada nos últimos três meses. Mas esses são os dados nacionais. No Piauí, a situação não é tão positiva.

De julho para agosto de 2018, os resultados do comércio foram positivos em 24 das 27 unidades da Federação. O Piauí, infelizmente, está entre os estados que teve queda nas vendas. Foi registrado -0,5% de variação. Tocantins teve o pior resultado do país, com -2% e Roraima registrou estabilidade. Os melhores resultados foram na Paraíba (+7,5%) e no Acre (+7,1%). Os dados foram divulgados pelo IBGE.

Comparação com 2017

Frente a agosto de 2017, a variação das vendas do comércio varejista nacional foi de 4,1%, com 23 das 27 unidades federativas mostrando resultados positivos. 

Os melhores destaques foram em Paraíba (14,1%), Maranhão e Espírito Santo (ambos com 9,6%). Entre os estados que mostraram queda de vendas, os destaques, em termos de magnitude, foram observados no Amapá (-3,9%), Piauí (-2,7%) e Roraima (-2,4%). 

Acumulado

Apesar do resultado negativo, no volume de vendas acumulado do ano (janeiro a agosto), o Piauí tem variação positiva de 2,1%. Em relação ao acumulado dos últimos 12 meses, o estado registra variação positiva em 3,4%, já contando com o resultado de agosto.

Receita nominal

Nacionalmente, a receita nominal do comércio varejista cresceu 1,5% entre julho e agosto desse ano. Com isso, a média móvel trimestral (0,3%) reverteu o sinal negativo observado em julho (-0,5%).

No Piauí, apesar do volume de vendas ter tido variação negativa, a receita nominal teve variação positiva (+1,1%), acumulando alta de 5,9% no ano e 4,9% se contarmos os últimos 12 meses.