Cidadeverde.com

Puxado pelo comércio, PI fecha outubro com saldo positivo de empregos

Foto: Pedro Ventura / Agência Brasil / Fotos Públicas

O Piauí admitiu, em outubro, 7.326 pessoas e demitiu 7.076, resultando num saldo positivo de 250 empregos formais. Os dados são do Caged, divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). No acumulado do ano, de janeiro a outubro, o saldo é de 6.299 empregos gerados, e de 3.552 nos últimos 12 meses.

Em todo o país, o saldo foi positivo: 57.733 empregos formais. No Nordeste foram 13.426 contratados a mais que demitidos. Apenas o estado de Pernambuco registrou dados negativos: - 1.330. Depois dele, os menores números de empregos gerados foram no Piauí (250), na Bahia (625) e no Maranhão (664).

Histórico 

Os 250 empregos gerados em outubro no Piauí deste ano ficaram muito abaixo dos números registrados em 2017, quando o saldo ficou positivo em 1.614 empregos. Mas ficaram acima dos anos de 2015 e 2016, quando o saldo foi negativo para o mês (-591 e -1.797, respectivamente).

Neste ano, apenas o mês de janeiro teve saldo negativo no Piauí. Veja o saldo dos meses de 2018:

SETEMBRO: 1.219
AGOSTO: 411
JULHO: 200
JUNHO: 482
MAIO: 786
ABRIL: 579
MARÇO: 955
FEVEREIRO: 168
JANEIRO: - 941

 

Setores que contrataram

O comércio, a agropecuária, a construção civil e a indústria da tranformação foram os setores que contrataram a mais que demitiram em outubro: 

- O comércio contratou 2.134 pessoas e demitiu 1.761, gerando um saldo positivo de 373 postos. No ano, o saldo é de 421 empregos criados no setor.

- Na agropecuária, foram 935 contratados contra 797 demitidos, o que gerou 138 postos de trabalho. Em um ano, o saldo é de 1.550 empregos gerados. 

- Na construção civil, foram admitidas 837 pessoas e demitidas 733, ficando um saldo positivo de 104 trabalhadores. No ano, porém, o resultado ainda é negativo em 561 postos. 

- Na indústria da transformação, foram 604 contratados contra 546 demitidos, o que resulta de 58 postos criados no mês e 2.281 de saldo no ano - o que significa o melhor resultado de 2018. 

Setores que demitiram

O pior resultado do mês foi no setor de serviços, que contratou 2,740 pessoas e demitiu 3.057, fechando, portanto, 317 postos de trabalho. No ano, porém, o resultado do setor só fica atrás da indústria da transformação. O setor de serviço contratou até outubro 1.952 pessoas a mais do que demitiu. 

Também tiveram resultado negativo para o mês os setores de extrativa mineral (-5), serviços industriais de utilidade pública (-99) e a administração pública (-2). 

Teresina

A capital do Piauí, Teresina, registrou resultado negativo em outubro. Foram 4.336 contratados contra 4.707 demitidos, resultando em 365 postos fechados. O melhor resultado entre as cidades com mais de 30 mil habitantes foi em Floriano, com saldo de 149 empregos. Depois vem a cidade de Parnaíba, com 119.