Cidadeverde.com

Teresina tem o 8º maior PIB do Nordeste; setor de serviços é o mais forte

Dos 100 menores PIBs do Brasil, 31 estão no Piauí - inclusive os dois menores do país são de cidades piauienses, que são dos municípios de Miguel Leão, com um PIB de R$ 11,67 milhões, e o de Santo Antônio dos Milagres, com um PIB de R$ 13,34 milhões. Miguel Leão e Santo Antônio dos Milagres têm como destaque na composição de seu PIB o grande peso da administração, defesa, educação, saúde pública e seguridade social, com respectivamente 68,04% e 77,37% de participação no total de seu PIB municipal.

Teresina em 8º lugar do Nordeste

Em 2016 o  maior PIB municipal no Brasil foi o de São Paulo, com R$ 687 bilhões, seguido do Rio de Janeiro, com R$ 329 bilhões, representando, respectivamente, 10,96% e 5,26% do PIB do país. Nesse contexto, o PIB de Teresina, da ordem de R$ 19,14 bilhões, foi o 43º maior do Brasil, representando cerca de 0,31% do PIB do país.

No Nordeste, o município com o maior PIB foi Salvaldor, com R$ 61,10 bilhões, seguido de Fortaleza, com R$ 60,14 bilhões, representando, respectivamente, 6,80% e 6,70% do PIB regional. Por sua vez, Teresina apresentou o 8º maior PIB do Nordeste, com 2,13% do PIB da região, ficando inclusive à frente de outras capitais como João Pessoa e Aracaju.

Composição do PIB de Teresina

- Serviços, principalmente educação e saúde: 61,59%
- Administração, educação, saúde públicas e seguridade social: 20,87%
- Indústria: 17,25% 
- Agropecuária: 0,28%.