Cidadeverde.com

60% dos brasileiros que poupam dinheiro preferem a poupança

Foto: Pixabay / download gratuito


O poupador brasileiro é conservador e pouco afeito a diversificar suas escolhas de investimento - é o que revela o Indicador de Reserva Financeira, pesquisado pela CNDL e pelo SPC.

O levantamento mostra que 60% dos brasileiros que costumam guardar dinheiro aplicam esses recursos na caderneta de poupança. Outros 24% de entrevistados disseram manter o dinheiro na própria casa, enquanto 22% optaram pela conta corrente.

Em resumo, juntar dinheiro em casa não é seguro e não rende. Deixar na conta corrente é até válido, do ponto de vista da segurança, mas não rende absolutamente nada. E a poupança é um dos investimentos menos rentáveis do país. 

Há apenas uma pequena parcela dos brasileiros que investem em modalidades menos tradicionais e mais rentáveis:

- fundos de investimentos (6%)
- previdência privada (6%)
- tesouro direto (6%)
- bolsa de valores (4%) 
- CDBs (3%)

Questionados sobre a razão de terem escolhido a poupança, conta corrente ou a própria casa para guardar o dinheiro que sobrou do orçamento, 30% dos entrevistados alegaram desconhecimento sobre o que fazer para investir em outras modalidades. 

Já 29% disseram preferir meios em que seja fácil sacar o dinheiro para casos de necessidade, enquanto 24% afirmaram possuir pouco dinheiro para aplicar em outros tipos de investimentos. Há ainda 19% de poupadores que acreditam ter escolhido os meios mais seguros para guardar seus recursos.