Cidadeverde.com

Banco Popular: balanço aponta crescimento no nº de empréstimos em Teresina

Foto: Marcos Santos / USP / Imagens Públicas

O microcrédito oferecido pelo Banco Popular, ligado à Secretaria Municipal de Economia Solidária (Semest), tem sido considerada uma importante ferramenta de incentivo à economia local. Somente em 2018, a quantidade de empréstimos disponibilizados pelo banco apresentou crescimento em três setores: artesanato, centros de produção e lavanderias.

“Estamos bastante focados em empréstimos para as áreas vinculadas à economia solidária, como por exemplo para o artesanato, que tem vínculo também com a cultura. Em 2017, de todo valor emprestado, apenas 3% foi para o artesanato. Em 2018, registramos aumento de 1%”, explicou Michel Sena, gerente do Banco Popular. Nos Centros de Produção, o aumento também foi significativo no último ano. Em 2017, os empreendedores pegaram R$ 3 mil em empréstimos. Já em 2108, esse valor passou para R$ 36 mil.

Em 2018, a novidade foi o aparecimento dos trabalhadores das lavanderias comunitárias. “Eles ainda não tinham feito empréstimos no Banco Popular, e agora, em 2018, o investimento foi de R$ 22 mil”, acrescenta Michel Sena. Além de apontar os setores com maior crescimento na quantidade de empréstimos, o balanço de 2018 traz detalhes da distribuição de valores por zonas da cidade que mais procuraram o microcrédito do Banco Popular.

Zonas que se destacam:

Sul – R$ 648 mil

Norte – R$ 616 mil

Sudeste – R$ 512 mil