Cidadeverde.com

Governo financia energia solar para empreendedores do Piauí

Foto: Francisco Leal / divulgação CCOM

Com o intenso processo de desenvolvimento turístico do litoral piauiense, principalmente em Barra Grande, município de Cajueiro da Praia, os empresários e empreendedores têm buscado novas alternativas para atender a alta demanda da região. A energia solar começa a ser uma das opções, tendo em vista o ótimo custo benefício e impacto a curto prazo.

O financiamento para a implantação dos painéis solares para a produção e o consumo de energia limpa em Barra Grande pode ser feito por meio da Agência de Fomento e Desenvolvimento do Piauí (Piauí Fomento). Há poucos dias, a primeira pousada atendida pela entidade instalou o equipamento e já está em pleno funcionamento. As 20 placas foram instaladas no telhado do empreendimento em diferentes posições, possibilitando o pleno atendimento de energia do local.

O presidente da Piauí Fomento, Cézar Fortes, explica como funcionam as placas. "Após a instalação das placas solares, a empresa não precisa mais pagar energia, ela ficará responsável apenas por quitar as parcelas com a agência, o que ocorrerá por volta de 3 a 4 anos e, então, ela não pagará mais nada. É um baixo investimento, com retorno a curto prazo”.

Quanto custa

O valor do financiamento para a implantação do equipamento é de aproximadamente R$ 35 mil. “No momento, a Piauí Fomento está financiando apenas empresas, mas a energia solar é uma alternativa viável para todas as pessoas. Nós temos uma fonte nova, um jeito de nos beneficiar com o calor do nosso estado e queremos incentivar, principalmente, as pequenas, médias e grandes empresas”, disse o presidente.

Para estimular o interesse dos empresários piauienses, o governo disponibilizou um alto subsídio. Quem opta pelo financiamento por meio da Piauí Fomento terá a taxa de juros reduzida para 5% ao ano.