Cidadeverde.com

PPP das miniusinas de energia fará o PI economizar R$ 7 milhões/ano

Foto: Ascom / Governo do Estado


O governador Wellington Dias (PT) apresentou, nesta quarta-feira (13) em São Paulo, o projeto de Parceria Público-Privadas para a implantação, operação e gestão de miniusinas de produção de energia fotovoltaica no Piauí.

A apresentação foi feita para representantes da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar), em um evento realizado pela Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp).

O que diz o projeto

O projeto prevê a construção de oito sistemas independentes com capacidade de 5 megawatts cada, em áreas situadas nos municípios de Caraúbas, Miguel Alves, José de Freitas, Piracuruca, Cabeceiras e Canto do Buriti. “Estamos falando de cerca de R$ 200 milhões que permitirão que o Piauí produza energia limpa”, afirmou Wellington Dias.

A proposta é que o Estado produza a sua própria energia e a lance na rede de distribuição para que seja compensada pelo o consumo pelos órgãos do governo, o que representa uma economia inicial de 14%. 

Foto: Ascom / Governo do Estado

“As miniusinas são capazes de fornecer a energia demandada pelo Estado e torná-lo autossuficiente nessa área, inclusive com economia de despesa pública. Atualmente, são gastos R$ 3,8 milhões por mês com energia elétrica. Com as miniusinas, o Estado deve economizar cerca de R$ 580 mil por mês, quase R$ 7 milhões por ano”, complementou o governador.

Segundo a superintendente de Parcerias Público-Privadas, Viviane Moura, a Absolar pode ser uma importante aliada no projeto. “Os seus representantes se interessaram em conhecer os projetos em andamento. É mais um passo que pode nos abrir muitas portas”, disse a gestora.