Cidadeverde.com

BNB: aplicações no Piauí cresceram 6,2% no ano passado

Foto: Gabriel Gonçalves / Assessoria de Comunicação

O lucro líquido do Banco do Nordeste apurado em 2018 foi de R$ 725,5 milhões. O valor é 6,4% maior do que o do exercício anterior, quando foram registrados R$ 681,7 milhões. O resultado operacional da instituição no ano foi de R$ 1,243 bilhão e indicou crescimento de 8,3% em relação a 2017.

No ano passado, foram aplicados R$ 43,6 bilhões na economia dos nove Estados nordestinos e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, somados recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operações de microcrédito e outras também com fontes internas. Os números estão no balanço patrimonial, a ser publicado nesta sexta-feira, dia 22. 

No Piauí, foram aplicados R$ 3,6 bilhões, um crescimento de 6,2% em relação ao ano anterior. A maior parte dos recursos voltou-se para o crédito de longo prazo, que conta com juros subsidiados do FNE e atende clientes de todos os portes e setores da economia.

Segundo o banco, o aumento do lucro tem como principais fatores a redução de 15% nas despesas com aprovisionamentos para créditos de liquidação duvidosa e o crescimento de 9,4% das receitas de prestação de serviços, o que representa elevação de R$ 212,3 milhões em relação ao exercício anterior.