Cidadeverde.com

Produtores do Sul do PI fazem "vaquinha" para reparar estrada e escoar produção

Fotos enviadas pelos produtores ao Cidadeverde.com

Produtores rurais do Sul do Piauí fizeram uma "vaquinha" para consertar a Transcerrados (PI-397) e, assim, poderem escoar a safra. 

De acordo com Rafael Maschio, da Aprosoja, as obras são realizadas pelos produtores entre uma e três vezes ao ano.

"É uma rotina nossa. Sempre precisamos fazer reparos no início do plantio, para que os caminhões com insumo possam passar, e na colheita, para escoar os grãos", relata Rafael.

O representante da Aprosoja critica a situação da rodovia e lamenta que os próprios produtores tenham que arcar com os prejuízos, que giram em torno de R$ 10 mil a R$ 30 mil por quilômetro, dependendo do serviço necessário.

"A situação da Transcerrados é de total abandono. Os produtores têm que se juntar e fazer uma vaquinha para alugar máquinas, comprar óleo diesel e contratar a mão de obra. É o retrato da total inoperância do Estado. Desde sempre temos que fazer isso, senão a gente não tem como tirar a safra. Temos que largar o que estamos fazendo para fazer estradas", desabafa Maschio. 

Fotos enviadas pelos produtores ao Cidadeverde.com

Segundo o produtor, entre setembro e outubro do ano passado foi feita a correção onde havia atoleiros na Serra do Quilômbo, região de Bom Jesus, Monte Alegre e Gilbués. 

"A gente faz reparos na Transcerrados, na PI-392, que liga Baixa Grande a Bom Jesus, e na estrada vicinal de Santa Filomena. As fazendas do entorno se juntam para fazer de terraplanagens a reparos emergenciais", finaliza Maschio.

 

A Coluna Economia & Negócios, do Cidadeverde.com, entrou em contato com o diretor do DER (Departamento de Estradas e Rodagens), que informou que os trechos da Transcerrados em questão são de responsabilidade da Setrans (Secretaria de Estado dos Transportes). Entramos em contato com o secretário Guilhermano Pires, que informou que os reparos são feitos pelo DER.