Cidadeverde.com

Ministério da Economia corta a previsão do PIB pela metade

Foto: Marcelo Casal Jr / Agência Brasil

A inflação do país deve continuar em queda e fechar o ano em 3,8%. O percentual está dentro da meta estabelecida e é menor que o previsto anteriormente pelo governo federal (4,1%). 

Já o Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de bens e serviços produzidos no país, deve terminar 2019 em 0,8%. O percentual representa metade do crescimento previsto antes (1,6%).  Para 2020, a previsão é que o PIB cresça 2,2%

Estas são as informações do boletim Macro Fiscal, divulgado nesta sexta-feira (12), pelo Ministério da Economia. As previsões confirmam a lenta recuperação da economia brasileira. O documento cita a aprovação da Nova Previdência como fundamental para a retomada do crescimento econômico. 

Comparação com as previsões do mercado

No último Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central na segunda-feira (8), o mercado baixou pela 19ª vez seguida a previsão de alta do PIB. Atualmente está em 0,82% para 2019. Para 2020, está em 2,2%. Portanto, os números estão em total consonância com as estimativas do Ministério da Economia. O mesmo acontece com as previsões para a inflação.